30 de mai de 2011

Por uma vida melhor...

Recebi o email  a seguir da professora Glória e como concordo com o conteúdo estou postando.
Comentários contrários ou não,serão aceitos para validação das idéias.

- MEC : aluno não precisa seguir algumas regras para falar de forma corretamente. O Ministério da Educação aprovou o livro para o ensino da língua portuguesa a jovens e adultos nas escolas públicas.Ele apresenta a frase: "Os livro ilustrado mais interessante estão emprestado",
O Ministério da Educação informou em nota que o livro “Por uma vida melhor” foi aprovado porque estimula a formação de cidadãos capazes de usar a língua com flexibilidade.
Essa é para avacalhar geral!
A função da escola é ensinar o certo.Não se pode aceitar o nivelamento por baixo,que sejam aceitos modos incorretos de comunicação da Língua Portuguesa.Concordâncias:verbal,nominal,de gênero,número e grau,são o mínimo que a escola precisa ensinar a seus alunos.
Todas as provas de seleção, concursos,vestibulares exigem a forma culta em suas provas.Que distorção é essa de flexibilidade da língua? Então não há o certo e o errado, só adequado e inadequado?O que é isso de preconceito lingüístico?A patir do momento que uma pessoa seja criança, jovem ou adulto, entra na escola para aprender ,(é esta a função da escola, não?)deve aprender as formas e usos corretos da Língua Portuguesa para a comunicação falada ou escrita.
Não podemos permitir tamanho descaso e avacalhação.

* Sou Marisa Mattos,professora,atuando há 9 anos como Coordenadora Pedagógica na Rede Municipal de Ensino de Araçatuba.Blogueira,pescadora que só conta a verdade...rs...feminina,tia corujíssima e apaixonada pela EDUCAÇÃO.

7 comentários:

♥ κєκєl ♥ disse...

Olá
Você sabia que LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), que é o idioma em que os surdos se comunicam, é a segunda língua oficial do Brasil?

Com objetivo de expandir a língua de sinais um grupo de professores e alunos da escola Lauro Müller em Florianópolis criou o BLOG VEJO VOZES e por conta disso estamos aqui lhe convidando para fazer parte da nossa história.

Se você entende que nosso país precisa de educação com qualidade e que a inclusão é um direito de todos, venha nos conhecer. O endereço é:

http://eeblmlibras.blogspot.com/

Abraços fraternos

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Marisa
Isso é um absurdo, estamos caminhando para trás, quando pedimos por uma educação de qualidade. Coisas do Brasil.
Bjux

♥ κєκєl ♥ disse...

Passando tb para agradecer sua visita no Blog Vejo Vozes.

Abraços fraternos

Ana Kalil disse...

Olha... um dia li esta reportagem na revista veja, e depois assisti a uma entrevista sobre este assunto na TV escola. E o pior é que existem "intelectuais" que apoiam esta "método".

Como disse Evanildo Bechara, "é inconcebível este pensamento em qualquer país desenvolvido e civilizado".

Espero que "isto" não siga adiante...

Abraços
Ana

♪ Sil disse...

Marisa,


Essa cartilha do MEC é uma vergonha, uma regressão total.
Estava vendo uma entrevista de uma professora no CQC, e ela dizia:
Uma cartilha como essa, é para deixar o pobre mais pobre, o miserável mais miserável.
Cadê a qualidade?

Piedade, mil vezes piedade!

Um abraço minha querida!!!

Cristina Ramalho disse...

Adorei o seu novo layout!!! Parabéns pelo objetivo do seu blog, nosso ensino está doente!!! Precisamos socorre-lo. bjo,

Profª Lourdes disse...

Parabéns pelo blog, postagens significativas, já sou seguidora e convido você a participar do meu, ficarei grata.