6 de nov de 2010

Menina Bonita..

Sem Laço de Fita

Pele clara cabelos castanhos,lisos e compridos,lindos e felizes olhos azuis...
Ela se olhava e constatava:na escola as únicas bonitas como ela só a filha de sua professora,a filha do prefeito e aquela outra filha do dono da farmácia.
Também,pudera!Eram tão branquinhas quanto ela...só podiam ser lindas mesmo...
Certamente era por isso que era uma criança tão segura de sí.
Sua professora não conseguia deixar de envolvê – la nos teatrinhos ou poemas que a sala apresentava em algumas comemorações cívicas da escola.
Eita garota carismática!


Chegou o 7 de Setembro...
Aconteceria na cidade o tradicional desfile e a professora anunciou:
– o diretor pediu que alguns alunos da 1ª série participem do desfile
Ela logo pensou exibida:
– Claro que eu sou um desses alunos.


Naquela semana lindos vestidos bordados com pedrarias eram apresentados à professora e a menina tentava adivinhar qual seria o seu,pois afinal a professora ja lhe dissera que desfilaria.
Estranhava quando a filha da professora,a filha do prefeito e a do dono da farmacia eram tiradas para os ensaios e ela nao...
Mesmo assim ficava tranquila,ela iria,a professora disse.


... Pele clara cabelos castanhos,lisos e compridos,lindos e felizes olhos azuis...


Chegou o esperado dia.
Cedinho ela se apresentou na escola,ansiosa de saber qual dos lindos vestidos era o seu....
Mas...o vestido verde era da filha da professora, o azul com pedrarias da filha do farmacêutico,ahh..e aquele amarelo lindo com lindas flores bordadas ficaram com a filha do prefeito...
Ah..mas lá vem a professora com algo na mão para ela...ainda bem!
A professora foi logo dizendo:
– Corre menina arrumei essa sainha veste logo...


...Lá se foi ela pelas ruas da pequenina cidade:saia de chita e sem blusa,descalça,algemas nas mãos e pés ao lado de um bando de crianças retintas simulando servir as lindas filhas da professora ,do prefeito e do dono da farmacia em seus lindos vestidos.
Pela primeira vez na vida ela provou da dor e se olhou de fato:


...Pele escura, cabelos carapinha e curtos,lindos e tristes olhos negros...


Acho que foi ali,naquelas ruas,naquela descoberta que ela ergueu a cabeça,engoliu e escondeu a decepção e decidiu que nunca mais esqueceria e ou teria vergonha de ser quem era e que jamais alguém a humilharia por isso.


...Pele escura, cabelos castanhos carapinha e curtos,lindos e felizes olhos negros...




20 de Novembro,Dia da Consciência Negra.


Cedi esse texto aos Blogs amigos:


VIVER É AFINAR O INSTRUMENTO


ETERNO APRENDIZ.

* Sou Marisa Mattos,professora,atuando há 9 anos como Coordenadora Pedagógica na Rede Municipal de Ensino de Araçatuba.Blogueira,pescadora que só conta a verdade...rs...feminina,tia corujíssima e apaixonada pela EDUCAÇÃO.

34 comentários:

Franck disse...

Que texto sucinto e profundo, Marisa! Que esaa menina, hoje, mulher, tenha a consciência de sua negritude, sempre!
Bjs e uma boa semana!

Lucimara Souza disse...

Bom texto, Marisa!
Vim também agradecer pelas visitas lá no meu espaço.
Bjs
Lucimara Souza

Amor feito Poesia disse...

"Amizades são perfumes dos céus
colocados gota-a-gota em nossa vida
para andarmos sempre
com o perfume de Deus em nós."

Kedma O'liver

Saudades.....Beijos e feliz semana!
M@ria

Shuzy disse...

A primeira impressão foi triste... Mas, tinha que ler de novo! Que bonita lição esse teu escrito. A nos ver como somos, no melhor que temos a oferecer.

Laura disse...

Que lindo conto. Cada um tem sua beleza. Independente de cor, raça ou credo.
Amei

Meu beijo

Ieda Pazian disse...

Marisa,
Obrigada por tantos elogios, tenho certeza de que quem ficaria muito orgulhosa seria minha mãe, em saber que como professora fez a diferença na vida dessa aluna, que é muitíssimo inteligente e como escreve bem....`Parabéns

VEREDAS, por Marluce disse...

Marisa,


É tão bom quando a beleza transcende a cor,quando a alma descobre a sua cor ninguém se atreve de nos pintar de qualquer cor que não será escolhido por nós!


Um belo texto poético!


Um abraço, Marluce

Abuela Ciber disse...

Me has hecho llorar.

Seres incultos con sentires mediocres.

Gracias por siempre estar!!!!

Te deseo una semana de ensueño

Cariños
..........
Frase de la semana: "Miro el presente porque es donde pasaré el resto de mi vida."
...
En lo personal creo que es importantes construirse un presente acorde a nuestros sentires no????

• Bruna Matos! disse...

Que lindo texto Marisa...
Me emocionei muito.
Agradeço o carinho de teus comentários.
Infelizmente, creio que enem será anulado... E fui bem nessa prova. =/
Mas é a vida né...
Prometo vir mais vezes aqui.
Um beijo carinhoso, fique com Deus.
Boa semana.
^^

Lizzy S. disse...

Não há nada melhor do que se amar do jeito que é.
Belo texto.
beijos.

Silene Neves disse...

Marisa... Querida Amiga!

Conhecer você é um presente da vida!

Lindo blog! Lindo texto! Tudo lindo!

Agradeço por me encontrar... e deixar suas palavras carinhosas! Me dando a oportunidade de chegar até aqui!

Linda noite de poesia e amizade!

Deixo beijo
Com carinho
Sil
Sempre aqui

Te seguindo... feliz!

Anônimo disse...

Thanks :)
--
http://www.miriadafilms.ru/ купить фильмы
для сайта maparecidama.blogspot.com

Dani disse...

Que texto lindo!!! Adorei!!
Obrigada pela visita. Também estou seguindo vc!!
Bjss

silvioafonso disse...

.


Elas corriam, pulavam e sorriam
como todas as crianças. Eram
filhas de gente de qualquer raça,
qualquer credo e qualquer
profissão. Brincavam como que
fossem irmãs siamesas, sem
cobrança, sem diferença. Que
bom seria se elas não crescessem
ou, se crescessem, que não
descobrissem, no outro, a cor
diferente da pele, o tamanho do
salário com os seus bens e
mordomias, se tivesse. Que o
respeito e a igualdade imperassem
como elo entre o pobre e o abastado,
entre os homens e as mulheres,
como fazem as crianças que ora
correm, riem, sem vergonha e sem
mentira.

silvioafonso.




.

Milton disse...

"Escrevendo sonha... e sonhando vive"

Só essa frase já basta! Parabéns pelo blog.

Milton!

♀♀ Maria Rosa Dias ♀♀ disse...

Seu blog é lindo, amiga! Parabéns! ^^
Adoraria que me visitasse de novo, pois dessa vez, postei uma letra de música de minha autoria!


Muito obrigada pelo carinho de sempre!!

Fique com Deus, querida!

RIOT kisses,
Mari.

Márcia Serante disse...

Marisa...

Meus olhos marejaram, pois, na verdade presencio varias situações parecidas.Negros, amarelos, deficientes, gordos, magros, enfim, aqueles que são tratadas como pessoas de uma subcagoria, participantes de um mundo onde há nuvens cor de rosa, com espaço apenas para poucos.Mas, em nosso mundo há espaço para todas as cores. E em meu coração principalmente, lugar para os excluidos.

Márcia Serante disse...

Marisa...

Meus olhos marejaram, pois, na verdade presencio varias situações parecidas.Negros, amarelos, deficientes, gordos, magros, enfim, aqueles que são tratadas como pessoas de uma subcagoria, participantes de um mundo onde há nuvens cor de rosa, com espaço apenas para poucos.Mas, em nosso mundo há espaço para todas as cores. E em meu coração principalmente, lugar para os excluidos.

Silvana M. Moreli disse...

Marisa!!!

Seu texto é uma dessas raras pérolas, uma verdadeira joia, capaz de nos tocar apenas por sua beleza, por seu brilho, por sua presença e magnitude. Que Deus a ilumine e faça brotar das suas mãos muitas pérolas como essa. Um grande abraço!

EternoAprendiz disse...

Marisa,obrigada pela visita e comentário no Eterno Aprendiz.
Belíssimo texto!! Com sua licença postarei no blog, assim mais pessoas terão a oportunidade de conhecê-lo.
Beijos e um ótimo domingo!

Lu disse...

Ei, Marisa!
Que post lindo, sensível, emocionante!
Linda história!
Olha, acho que já lhe falei isso, mas aparece no meu blog que você já postou outra coisa e chego aqui e a postagem é de alguns dias atrás... Não sei o que está havendo, mas imagino que seja algo por aqui, ok?
Beijo!

Gisa disse...

Parabéns pelo texto Marisa! Forte a ao mesmo tempo sensível.
Obrigada pela visita e volte sempre que quiser, será um imenso prazer tê-la entre meus amigos.
Um bj.

AC disse...

Obrigado pela visita, foi um prazer vê-la pelo Interioridades.
Aproveito para a felicitar pelo seu espaço. Respira sensibilidade...

beijo :)

AC disse...

Ah, vai passar a ter mais um seguidor.

Fatima disse...

Gostei dimais da conta do seu blog!
Seja bem vinda!
Bjs.

Marinha disse...

Gostei muito do blog!Forte! Sensível!
Parabéns!
Um feriado cheio de corações e almas coloridas para ti, querida!

Ana Kalil disse...

Olá Marisa! Obrigada pelo gentil comentário no meu blog!

E que esta menina linda que vc descreveu sempre tenha orgulho de sua cor, e nunca mais se sinta ou deixe que os outros a subestimem.

Bjos e bom feriado

Lily disse...

Olá!

Obrigada pela visita, pelas palavras.

Gostei muito do texto, triste, escrito com sentimento. O laço de fita é a gente que tem que pôr em nós. Procurá-lo exaustivamente até encontrá-lo, sem descanso.

Eu não sou negra. Sou branca. Mas vi predileção, quando bem criança, das professoras pelas meninas loiras de cabelos lisos. Lembro-me da minha tristeza, do sentimento de ser desprezada.

Mas eu aprendi a caçar coisas e me olhei nos espelhos, atrás de belezas até encontrá-las. Eu as encontrei para mim, os meus laços de fita. Guardo-os comigo e acho graça quando alguém diz que sou muito bonita.

Beijos!

Suzana/LILY

Marinha disse...

Amada, tem texto "educativo" blog...hehe. Se gostar, comenta lá.
Beijos, flor.

Zezinha Sousa disse...

Olá, Marisa, que história linda!!1
Tem um selinho natalino pra vc no meu blog., a regra é: deixa um recadinho!!!! Bjos, querida!!

Silvana M. Moreli disse...

Marisa!!!

Seu texto é uma dessas raras pérolas, uma verdadeira joia, capaz de nos tocar apenas por sua beleza, por seu brilho, por sua presença e magnitude. Que Deus a ilumine e faça brotar das suas mãos muitas pérolas como essa. Um grande abraço!

Marisa Mattos disse...

teste

Eterno Aprendiz disse...

Mariza, licença concedida, texto publicado no Eterno Aprendiz.
Muito obrigada e um ótimo fim de semana!!!
Beijos!!!

Lia... disse...

Marisa muito lindo!! só é uma pena que muitostenha ainda este tipo de preconceito!!