6 de mar de 2011

Tributo à Maria Ivone

Nesta semana uma pessoal especial foi embora prá sempre.
A ela só me resta expressar em palavras a tristeza que senti:



Pessoas são como elos...
Elos que se entrelaçam pela força do destino,
Elos que se definem pelo livre arbítrio.
Pessoas formam histórias...
Histórias de vida com rumos pré destinados,
Histórias de vida de livre escolha dos próprios atos.
O nosso eu é formado de pessoas...
Pessoas que amamos, odiamos,especiais ou insignificantes
A nossa história é formada por pessoas...
Muitas delas ficam apenas um pouquinho conosco.
Outras uma eternidade de tempo físico,
Outras uma eternidade de tempo imortal...
Essas ficam conosco mesmo depois que o elo físico se rompe..
São relações eternas de amor!
O rompimento doloroso só é capaz de provocar o
afastamento da matéria,do espírito jamais...
São essas as pessoas que fundamentam
o nosso alicerce de vida....
Elas vão e ficam ao mesmo tempo.
São pessoas que jamais nos deixam sós,
pelo simples fato de morarem dentro de nós...
Essas são elos inquebráveis, que nos tornam
capazes de ser também elos em outras vidas..
Elos de amizade...
Elos de amor....
E assim é a corrente da vida,
onde as pessoas formam sempre elos...
Suzy V. M. Souza

11 comentários:

LUCIMAR SIMON disse...

Marisa, Lindas sao as palavras aqui definidas. As pessoas sao pessoas quando as classificamos a tal modo, a beleza, a açao, a atitude de cada a coloca em um ou outro patamar em nossa opiniao, este texto tras uma bela esplanaçao de "pessoa", muito bem atenuada pelos lindos versos.

adorei, beijos.

Gisa disse...

E o que seria de nós sem estes firmes elos a nos sustentar...
Um bj querida amiga

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Marisa, minha querida amiga e exemplar professora.
Linda a sua homenagem para a Maria Ivone. Deus a abençoe.
Um beijo com carinho.
Manoel.

Toninhobira disse...

Um belo texto para uma dolorida homenagem.Os elos que se formam e enrijecem nas relações de cada dia.Nessa corrente lançamos nossas emoções e fé, o que faz de nossas vidas uma lição de forças e persistencia.Assim que cremos que possamos levar esta com conforto e mais paz.Bela postagem MArisa.Meu abraço de paz.

♪ Sil disse...

Marisa,

Simplesmente chorei lendo isso..chorei muitoooo (me lembrei da minha vó...).
Que elos lindos esses minha amiga, que não se desfazem nunca.
Nem com a morte, porque há vida após a vida!

Um abraço imenso!!!!!

silvioafonso disse...

.

As pessoas têm, de fato, um
valor inestimável. Ninguém,
por mais especial que seja,
é capaz de viver bem, sozinho.
O ser humano, a meu ver,
nascem em dupla, aos pares.
Enquanto um olha por onde
pisam os seus pés, o outro
admira as estrelas que lhes
indicam o caminho.
Perder um parente que se
gosta, um amigo querido ou
um amor, é o mesmo que apagar
uma estrela na constelação
dos nossos olhos.


silvioafonso





.

taio disse...

interesant

Malu disse...

E que estes elos sempre perdurem.
Uma grande homenagem.
Abraços, menina

Tais Luso disse...

Oi, Marisa, que lindo texto! O que seríamos se não colocássemos na alma as boas amizades, fora do plano físico? Ficaria um vazio... Por guardarmos essas pessoas queridas na mente e no coração é que conseguimos tocar a vida pra frente. Você falou certo: elas continuam a viver em nós.

Grande beijo e meu carinho a você.
O blog tá lindo...
Tais Luso

aosolhosdaalma.blogspot.com disse...

que linda homenagem amiga prazer em fazer esta visita que a tempo estou em divida me desculpe a demora,seu blog esta muito lindo como sempre e voce é uma pessoa muito especial
tenho a honrra de poder dizer faço parte das suas amizades,
se possivel venha conhecer meu mais novo cantinho.
(mimoseselinhos.blogspot.com)bjs
marlene

José Sousa disse...

Olá Marisa!
Lindissimo o seu poema, adorei mesmo muito!

Fico lhe esperando lá nos meus outros blogues.

http://www.congulolundo.blogspot.com
http://www.queriaserselvagem.blogspot.com
http://www.minhalmaempoemas.blogspot.com


Um beijão