15 de out de 2010

A justiça é cega...

...Ou depende da conotação?



A gente sempre ouviu essa frase imaginando que Dona Justiça era tão perfeita e incorruptível que conseguia distinguir entre o bem e o mal, o certo e o errado.
Que sua atuação era para todos indistintamente.
Aquela senhora posuda, de olhos vendados e espada na mão me davam sempre a certeza de que se eu precisasse... ela ACONTECIA...
Hoje, estou achando que madame está precisando tirar as vendas,se levantar da cadeira e tomar uma atitude...
Caramba... os critérios de justiça estão totalmente invertidos: pune-se quem fala a verdade, quem vai contra as mentiras e desmandos da elite brega e dominante e privilegia-se o puxa-saco negligente e bonachão.
Desencanta-se aquele outro que percebe que parece não mais valer a pena ser sério e leal, pois descartável que é facilmente outros podem ser colocados em sua função, pois afinal essa coisa de “apego” é falta de profissionalismo.
Crianças são entregues à mercê de mães (ou pais) inconsequentes, imaturos, sem caráter e desprovidos de qualquer sentimento de amor e de bons exemplos, sem ir a fundo no que é melhor para elas sem realmente sondarem-se os verdadeiros interesses ocultos nas “entrelinhas” dos envolvidos.
Quem educa para o correto está errado e sofre punição: não se pode isso... não se fala aquilo....
O relapso é premiado enquanto o dedicado é rejeitado.
Camuflam-se posturas, colocam-se “dedos em narizes” pra mostrar quem é que manda e tudo isso em nome da... JUSTIÇA...Ando me sentindo mal e desconfortável...2010 foi o ano em que fui obrigada a rever conceitos,avaliar amizades,analisar posturas e principalmente me autoavaliar,reciclar-me mesmo, pois estou achando que tem coisa que não esta mais valendo a pena.
Dona Justiça... to precisando de colo...de carinho,de sua ajuda...
Diga-me o quanto equivocada estou, por favor, clareie minhas idéias, pois to vendo o crime compensar, o mal vencer o bem todos os dias, o rico cada vez mais rico e o pobre sempre mais pobre e pior: achando que as migalhas espalhadas ao vento são sinais de bondade e de vontades igualitárias do opressor espertalhão... É dona moça....nós mulheres...estamos mais moderninhas,viu?
Encurtamos nossas saias, arma só se for pra seduzir, e vendas nos olhos?
Ah... que nada... ficamos bem mais charmosas com lindos óculos de sol que além de nos embelezar não nos tapa a visão...
A propósito da citação da modernidade feminina não sei se enxergaste (rs..rs..) que estou querendo mostrar que ela nos ajudou a descobrir que somos fortes, poderosas e inteligentes e que “aqueles” nossos algozes de outrora, só nos servem no máximo como companheiros, parceiros...
Estou tentando te deixar nosso exemplo, eheheh.. desculpe a pretensão...
Minha senhora... não tome minha escrita como falta de respeito...é que preciso entender melhor essa coisa toda pra continuar achando que ainda és mulher séria,de caráter ilibado e impoluto e ainda muito família...


OBSERVAÇÃO:Clique e leia esse texto nos blogs amigos:

Araçatuba e Região
Companhia dos Blogueiros
Atitude



Sou Marisa Mattos,professora,atuando há 9 anos como Coordenadora Pedagógica na Rede Municipal de Ensino de Araçatuba.Blogueira,pescadora que só conta a verdade...rs...feminina,tia corujíssima e apaixonada pela EDUCAÇÃO.

11 comentários:

• Bruna Matos! disse...

Feliz dia do professor!
Beijão, bom fim de semana.
:D

Franck disse...

Interessante texto... com um cunho social para reflexão!
Um bom fim de semana!

Lu Nogfer disse...

Ola Marisa!

Perfeito seu texto.Digno de uma grande reflexao!
Se me permitir,gostaria de postar no atitude com devidos creditos e link,é claro!
Achei de verdade de grande atitude!

AGUARDO RESPOSTA!

Estava aqui vendo o slide do pimpolhos.Toda vez que venho fico admirando.Como sao todos lindos!E o do Chapeu?Ai que fofo!rs

Desejo que tenha um lindo fim de semana junto aos seus!

Beijos!

Lu Nogfer disse...

Ah esqueci de dizer que tem selos pra vc no espaço de selos que se encontra linkado na lateral do blog pessoal!
Se gosta,passa lá!

Beijos!

Pérola Anjos disse...

A justiça que tarda e falha também fecha os olhos e finge uma cegueira providencial.

Mas a esperança e a disposição para a mudança são armas contra a cegueira social.

Obrigada por soltar as linhas pelos meus ares. Volte sempre1

Beijos

Lu Nogfer disse...

Oi

Voltei apenas para agradecer a permissao e dizer que seu texto acabou de ser postado!
Passa la no atitude! http://temosatitude.blogspot.com

Uma linda noite de domingo!

Beijos!

Amor feito Poesia disse...

AMAR É A RAZÃO DA VIDA,DO SORRISO ABERTO E FELIZ, AMAR É CONQUISTAR AMIGOS COM AMOR DE VERDADE

(VIDAH)

Feliz Semana com amor e Poesia! M@ria

Abuela Ciber disse...

Siempre digo que la tienen vendada para no ver las atrocidades que se cometen en nombre de ella.

Claro que hay una justicia superior y esa tarda.....pero no falla!!!!

Cariños

Nilma Ruas disse...

Olá, Marisa...
Passando por aqui para retribuir sua visita!!!
Belo texto!!
Beijos

Marli Borges disse...

Oi Marisa, li seu texto lá no Atitude e vim conferir. Estou postando meu comment também aqui.
Parabéns pelo texto. Concordo com tudo o que você escreveu no post. Faz bastante tempo que é contestada a representação da Justiça por uma deusa cega. Com certeza, Themis não é a figura mais indicada, pois a justiça não deve ser igual para todos. O acesso à Justiça sim, mas a Justiça não. A Justiça para ser justa tem necessidade de ver as diferenças. Precisa ter os oLhos bem abertos para ver a realidade e os ouvidos atentos para ouvir a súplica dos que por ela demandam. E uma voz cLara, com palavras de fácil entendimento, o que significa em última análise inteligência. Mas, hoje em dia, parece que a Justiça além de cega, é surda, muda e burra.
Bisssss

Marli Borges disse...

Oi Marisa, li seu texto lá no Atitude e vim conferir. Estou postando meu comment também aqui.
Parabéns pelo texto. Concordo com tudo o que você escreveu no post. Faz bastante tempo que é contestada a representação da Justiça por uma deusa cega. Com certeza, Themis não é a figura mais indicada, pois a justiça não deve ser igual para todos. O acesso à Justiça sim, mas a Justiça não. A Justiça para ser justa tem necessidade de ver as diferenças. Precisa ter os oLhos bem abertos para ver a realidade e os ouvidos atentos para ouvir a súplica dos que por ela demandam. E uma voz cLara, com palavras de fácil entendimento, o que significa em última análise inteligência. Mas, hoje em dia, parece que a Justiça além de cega, é surda, muda e burra.
Bisssss