23 de jul de 2010

Tá nervosa?

VAI PESCAR!!!

Não poderia haver sugestão mais adequada...
Pena que a maioria absoluta da galera não descobriu esse esporte grátis e maravilhosos que é PESCAR.
Passei os melhores anos da minha infância morando na roça: estudava num período e ajudava minha mãe na lavoura no outro...(meu pai era pedreiro na cidade...Bilac voce conhece?)
Refrigerante (guaraná quente) só no natal quando ela fazia uma macarronada com frango de lamber os beiços e de sobremesa um pudim de leite que sinto o sabor agora só de imaginar...
Estudei em escolinha de emergência (aquelas criada pra atender a demanda estudantil dos sítios e fazendas, não se tinha ainda os luxos do transporte escolar).
A vida era de uma precariedade... mas que saudade....
Certamente voltarei a descrever fatos desse que foi um tempo riquíssimo em minha formação, mas hoje quero enfatizar a pesca.
Em alguns finais de tarde meu pai e minha mãe sentenciavam importantes:
- Vamos pescar pra ajudar na mistura!
E lá íamos os quatro: meus pais eu e meu irmão.
Confesso que essa atividade hoje tão prazerosa pra mim, no inicio era como mais um serviço de roça e eu simplesmente DESTESTAVA.
Deve ser por ter-me inciado na pesca pra ajudar “na mistura” segundo meus pais que não morro de amores por peixe.... ops! explicando melhor: não sou muito fã dele no meu prato, mas no meu anzol.... MISERICREDO...
Minha alegria é que até algum tempo atrás rezava a lenda que só quem curtia a pesca eram homens, mas felizmente isso esta mudando...
Nas margens dos rios é claro que eles são maioria, mas o que tem de mulher pescando...
Tá aí a Ana Maria Braga que não me deixa mentir...
Em Araçatuba conheço professoras. secretárias,empresarias,donas de casa e tantas outras mulheres que descobriram essa maneira maravilhosa de mandar o stress pras “cucuias"
Mulheres “femininas” (se é que me faço entender), inteligentes que descobriram que ainda que não peguem nada na beira de um rio, lançam lá as cargas da vida moderna e voltam pra cidade de alma lavada, refeitas e prontas “pra arrasar”!
A pesca é meu psicólogo e meu antídoto contra o mal humor (ás vezes fico uma chata de galochas... rs...).

Por isso...

QUANDO TÔ NERVOSA VOU PESCAR SIM!!!

23/07/2010

3 comentários:

Zezinha Sousa disse...

Olá, Marisa, que ótima ideia!!! Nunca pesquei, mas lendo seu texto me deu uma vontade de experimentar...
Obrigada pela visita. Volte lá, será sempre bem vinda. Bjos!

jhamiltonbrito.blogspot.com disse...

Eu escrevi uma crônica "Gente boa.Xô depressão" na qual recomendo cantar. Em boteco, clube de música, no banheiro...sei lá onde. Mas pescar...não sei qual é melhor por isso faço as duas coisas. A propósito, dia 10/09, praça João Pessoa, oito da noite, clube da seresta do qual faço parte, se apresenta sob patrocínio secr4taria cultura. Avise seus amigos

Zezinha Sousa disse...

Olá, Marisa, que ótima ideia!!! Nunca pesquei, mas lendo seu texto me deu uma vontade de experimentar...
Obrigada pela visita. Volte lá, será sempre bem vinda. Bjos!